Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

O perfil do professor e a vã glória de diminuir

Gosto quando ouço falar do perfil do professor... dá-me vontade de rir à despregada!

O perfil é mais uma das psicologias baratas de quem quer condicionar mentes frágeis e que se julgam superiores e melhores a outros, e explico porquê.

O perfil é o que cada um quiser que seja, e de acordo com agendas secretas e/ou públicas, se intenta contra um grupo de pessoas.

Assim, temos o famoso perfil de professor, com o qual até concordo em princípio mas totalmente em desacordo na forma de aplicação e implementação.

Então definem-se competências e deveres mas não se determina o tempo para a sua consecução e implementação?

Claro que assim, ninguém consegue cumprir o perfil a menos que trabalhe para além, e muito, do seu horário de trabalho. Deveria ser exigido às pessoas responsáveis pela criação deste perfil, quanto se precisa em tempo para almejar qualquer dos pressupostos que o formam.

Claro que já começou a caça às bruxas com os que se acham superiores a dizer que os outros não o são porque não fazem para além, porque se não sacrificam, porque emperram o sistema, porque os meninos precisam de ser respeitados, que não têm culpa, etc, etc, etc...

Mas assim o sistema perpetua-se e perpetua más práticas, extorquindo horas não pagas (escravas), e sinalizando, segregando e discriminando quem exige o cumprimento das leis da Répública.

Já o vejo, já assisto, já sinto!...

 


publicado por Pedro Santos às 17:29
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Elisabete Ribeiro a 9 de Novembro de 2008 às 20:54
Nem mais... perfil, o que é o perfil de professor? Essa pequena palavra tão significativa em vários contextos, mas tão vaga ao ser exigida a uma classe cada vez mais desrespeitada ( para nao ser desrespeitada tem de se impor o respeito e a dignidade que tu tanto defendes nas tuas palavras, mas que são o pensamento de muitos outros professores para defender o ser professor como o defender de ser pessoa).
Ao exigir um perfil é pedir algo que pertence a cada um mas indicía a alterações comportamentais e de atitudes para que tudo que se faça vá ao encontro do tal perfil pretendido. Passamos a fazer parte de uma campanha de teatro onde as nossas personalidades são alteradas para darem vida ao tal PERFIL. Ridículo pois é?


Opinar

.Mais sobre mim


. Ver perfil

. Adicionar como amigo

. 1 seguidor

.Visitas bemvindas

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.O que escrevo

. O ataque ao direito ao tr...

. E o decreto-lei 132/2012,...

. Mutualização da dívida do...

. Um pensamento sobre o sub...

. A crise e a poupança

. Uma análise à crise portu...

. Se eu fosse Primeiro Mini...

. O Minsitério da Educação,...

. O Excessso de Zelo

. O 5º Congresso Educação

.Portas para outras dimensões

.Quem me liga

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

.Procure(a)

 

.Portas para outras dimensões

SAPO Blogs

.subscrever feeds