Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

O fado auto-medicado

Os professores falam, falam, mas no fundo fazem mais do que o ME lhes manda fazer... e ainda "chamam nomes" a quem lhes diz isso!

Não percebo tanto alarido se o que realmente desejam é mais e mais por menos  e menos!

Saem circulares, despachos e afins com limites designados, mas os profs depois alargam o âmbito da aplicação, acrescentando o que lá não está, dizendo o que eles não dizem e assumindo o que não é necessário!

O ME simplesmente se limita a legislar sobre práticas comuns a muitos profs!

É o cúmulo da incoerência!!!!


publicado por Pedro Santos às 19:15
link do post | comentar | favorito
|

.Mais sobre mim


. Ver perfil

. Adicionar como amigo

. 1 seguidor

.Visitas bemvindas

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.O que escrevo

. O ataque ao direito ao tr...

. E o decreto-lei 132/2012,...

. Mutualização da dívida do...

. Um pensamento sobre o sub...

. A crise e a poupança

. Uma análise à crise portu...

. Se eu fosse Primeiro Mini...

. O Minsitério da Educação,...

. O Excessso de Zelo

. O 5º Congresso Educação

.Portas para outras dimensões

.Quem me liga

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

.Procure(a)

 

.Portas para outras dimensões

SAPO Blogs

.subscrever feeds