Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

DarTh Vader e os Directores de Escola

May the force be with you!

Agora vai começar a luta entre Jedi's e o Darth Vader!

O lado negro da Força já começou a corromper os professores, levando-os a optar pelo caminho fácil que é o despotismo e o "seja o que Deus quiser", porque todos pensam que andando mais para a frente chegam de facto mais à frente... mas não chegam!

Os futuros directores mais não serão que gestores negros da Força, porque se bem utilizada será de facto uma ferramenta útil, mas como sempre, antevejo os seguintes cenários... negros:

a) Director - Preciso que vá com os meninos na pausa lectiva a uma acção no Algarve!

     Professor - Mas senhor director, eu tenho família... os meus filhos precisam da minha atenção...

     Director - Pois seja... tem razão... Não faz mal!...

     No ano seguinte:

     Director - Senhor Professor, de acordo com o seu perfil, e com a turma da escola Y, vai ter de ir para lá!

     Professor - Mas Senhor Director, essa escola fica do outro lado do Concelho!...

     Director - A escola precisa de si, por isso, vá! É um prémio que lhe dou porque assumo que é o melhor para a função!

 

b) Professor - Senhor director, estou disponível para trabalhar depois do horário, ir aos bairros degradados, compro os materiais escolares, não faço greves nem falto por doença.

    Director - Muito Bem. Boa atitude!

    No ano seguinte:

    Director - Senhor Professor, em virtude do seu perfil, preciso que vá para esta escola aqui no centro da cidade/concelho.

    Professor - Muito obrigado. Manterei a minha total disponibilidade, e ainda, já que estou perto de casa, pode-me telefonar a qualquer hora do dia e da noite, para o que for preciso!

 

A figura do director é a ressurreição da mordaça encapotada, da penalização para quem fale ou seja incómodo porque, voluntariamente, ninguém se quererá sujeitar a ser desterrado para nenhures, nem ver "sebosos" ganhar posição de diversas configurações posicionais (horizantais e de joelhos e que mais...)!

 

Ninguém se apercebe que, mais uma vez, mesmo entre os sebosos não há honra, e depois, haverá sebosos de primeira e sebosos de segunda, e depois sairão os sebosos de segunda ficando os de primeira... mas os de primeira, tb serão de segunda entre os de primeira, e assim sucessivamente.

 

Só ficará quem é seboso máximo, e os pedintes  que não conseguem ripostar, falar ou argumentar, submetendo-se aos novos salazares portugueses, os directores.


publicado por Pedro Santos às 18:41
link do post | comentar | favorito
|

.Mais sobre mim


. Ver perfil

. Adicionar como amigo

. 1 seguidor

.Visitas bemvindas

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.O que escrevo

. O ataque ao direito ao tr...

. E o decreto-lei 132/2012,...

. Mutualização da dívida do...

. Um pensamento sobre o sub...

. A crise e a poupança

. Uma análise à crise portu...

. Se eu fosse Primeiro Mini...

. O Minsitério da Educação,...

. O Excessso de Zelo

. O 5º Congresso Educação

.Portas para outras dimensões

.Quem me liga

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

.Procure(a)

 

.Portas para outras dimensões

SAPO Blogs

.subscrever feeds