Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007

Eu tenho um sonho... e tenho uma dúvida...

A minha dúvida prende-se com uma entrevista que li sobre um dos maiores dirigentes sindicais numa revista semanal. O que li foi que este dirigente afirma que só fez greve uma vez na vida... Uma vez na vida?!!! Então, as greves que ele lidera não são greves para ele também?!!!!...

Ah! A minha dúvida... a minha dúvida prende-se com este facto: os sindicalistas, nas greves que convocam e participam, perdem o seu vencimento diário correspondente aos dias da greve? Pelas palavras do douto senhor, depreendo que não, porque ele diz que só fez greve uma vez na vida!!...


publicado por Pedro Santos às 09:52
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De ESR a 6 de Outubro de 2007 às 13:18
Face à dúvida há o esclarecimento. Realmente quem faz greve perde o vencimento do ou dos dias que participa na respectiva greve. Eu fiz greve o ano passado, 1 dia, e não me foi pago esse dia e vinha devidamente descrito no recibo de vencimento. Quanto a esse dirigente sindical das duas uma: ou realmente só fez greve 1 vez na vida pois o valor correspondente a cada greve é significativo, ou fez mais vezes e não o quis dizer. Contudo percebo onde queres chegar: então um dirigente sindical não deve zelar pelos interesses dos seus associados e fazer parte das greves que são convocadas? Mas também há outra questão: será que ao dizer que só fez greve uma vez na vida não terá sido após a sua entrada como dirigente sindical e nunca enquanto docente comum? Não estou a querer dizer que defendo ou não os sindicatos. É apenas um comentário imparcial.


De Pedro Santos a 6 de Outubro de 2007 às 20:03
O que disseste é correcto. O que me parece é que muito da sua vida foi sindical, o que a meu ver "nada contra", como diriam uns senhores comediantes num rap que fizeram. Mas eu acho que, mesmo sendo sindicalistas deveriam perder o vencimento, pois em trabalho estamos todos, sindicalistas ou não. Em greve não trabalhamos para o patrão normal mas trabalhamos em prol do sucesso da associação sindical à qual pertencemos. Se eles estão em trabalho, também nós estaremos, só que com um patrão, momentaneamente, diferente.


Opinar

.Mais sobre mim


. Ver perfil

. Adicionar como amigo

. 1 seguidor

.Visitas bemvindas

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.O que escrevo

. O ataque ao direito ao tr...

. E o decreto-lei 132/2012,...

. Mutualização da dívida do...

. Um pensamento sobre o sub...

. A crise e a poupança

. Uma análise à crise portu...

. Se eu fosse Primeiro Mini...

. O Minsitério da Educação,...

. O Excessso de Zelo

. O 5º Congresso Educação

.Portas para outras dimensões

.Quem me liga

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

.Procure(a)

 

.Portas para outras dimensões

SAPO Blogs

.subscrever feeds